sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Milicianos do Rio reclamam de lixão no MS

Pelo menos 21 presos ligados às milícias que atuam na Zona Oeste do Rio estão reclamando de um lixão que funciona próximo ao Presídio Federal de Catanduvas, no Mato Grosso do Sul, onde todos eles cumprem pena.

De acordo com documento protocolado junto à OAB-MS, em 8 de julho, por advogado que representa o grupo, a administração do lixão ateia fogo todas as noites ao lixo depositado no local. O vento acaba levando a fumaça e o mau cheio para dentro da unidade de segurança máxima, o que tem causado nos milicianos irritação nos olhos, tosse seca, problemas respiratórios e alérgicos.

O documento pede providências à Ordem dos Advogados do Brasil. Entre os presos que reclamam da situação estão Leandrinho Quebra Ossos, Jerominho, Cristiano Girão, Natalino e Batman.

4 comentários:

  1. Estou comovido.

    Fico com muita pena desses vagabundos.

    ResponderExcluir
  2. Tirem esse lixo urgente aos arredores e coloquem dentro do presídio e taquem fogo, juntando com os lixos que estão lá dentro

    ResponderExcluir
  3. e fechem tudo quando queimar com vidros blindados lá dentro do presídio

    ResponderExcluir
  4. que gente burra!! jogar fogo no lixão, quando na verdade o verdadeiro lixo ta dentro do presidio.
    aff... joga o fogo no presidio!

    ResponderExcluir