sábado, 30 de janeiro de 2010

PM põe água no chope de Matemático

No dia em que completou 39 anos, o traficante Márcio José Sabino Pereira, o Matemático — chefe da facção Terceiro Comando Puro (TCP) — não teve como comemorar o aniversário. A festa, que seria regada a churrasco e muita cerveja, na Favela da Coreia, em Senador Camará, foi cancelada pela ocupação de policiais do 14º BPM (Bangu), nesta sexta-feira.

"Recebemos denúncias de que haveria uma comemoração pelo aniversário do traficante às 17h", contou um oficial do Serviço Reservado, que batizou a operação de 'Água no Chope'. Os PMs se anteciparam aos traficantes e ocuparam a favela, por volta das 14h, com 80 homens, distrubuídos em dez grupos, em diferentes pontos da comunidade. Houve rápida troca de tiros, mas ninguém ficou ferido.

Durante a operação, um homem foi detido com um radiotransmissor e um coldre. Ele é suspeito de integrar a quadrilha de Matemático. Os policiais percorreram vários pontos da Coréia, mas não encontraram o local da festa. "Pode ser que o evento fosse acontecer no terraço de uma casa e, por isso, solicitamos o auxílio do helicóptero", explicou o policial.

Beneficiado pela Lei
Matemático é considerado foragido da Justiça desde abril, quando recebeu benefício para trabalhar e não retornou à cadeia. Desde então, ele já comandou invasões no Complexo da Maré e tentativas na Vila Kennedy, favela que teria pedido de presente a seus comparsas, causando dezenas de mortes. Atualmente, o traficante estaria refugiado na região de Rocha Miranda.

Curiosos com a presença massiva de PMs na Coreia, moradores perguntavam o tempo todo aos policiais se a ação era uma ocupação para a instalação de Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). O Disque-Denúncia oferece R$ 3 mil por informações que levem a Matenático.

Nenhum comentário:

Postar um comentário