sábado, 23 de janeiro de 2010

Ataque a PMs demonstra falta de preparo



No dia 17, bandidos atacaram dois policiais que estavam parados dentro de uma viatura na Cidade Nova. O caso foi amplamente divulgado. Um dos PMs morreu. O que mais me chamou a atenção foi a falta de preparo dos policiais. Imagens do circuito de câmeras de um centro de convenções mostram toda a ação dos marginais.

Os bandidos passam num carro preto e percebem os PMs. Depois, dão a volta no quarteirão, ligam o pisca-alerta e seguem bem devegar até pararem o veículo ao lado do carro dos policiais. Os bandidos ainda tiveram tempo de abrir as portas e descer do carro para atirar.

Percebe-se que o sargento sequer reage, enquanto o soldado baleado chega a disparar contra os marginais. Ao se dar conta da inferioridade numérica e de poder de fogo, ele foge desesperadamente para salvar sua vida. Uma carabina foi roubada

Ainda que os bandidos contem com o efeito surpresa, casos de PMs mortos que tiveram a colaboração do excesso de exposição, displicência ou distração não são raros, infelizmente. O Temos Isso fez um breve levantamento e constatou 12 ataques em que policiais militares foram facilmente abatidos, desde 2004. Nestes, 21 PMs foram mortos. Cinco fuzis, seis pistolas e uma carabina foram roubadas pelos bandidos.

Confira os casos:

09/07/04 - Bandidos metralharam um Gol do 3º BPM (Méier) na esquina entre a Rua Pedras Altas e a Projetada, nos fundos do Norte Shopping. Dois soldados morreram.

09/07/04 - Por volta das 23h, uma viatura do Batalhão de Policiamento em Vias Epeciais (BPVE) foi atacada no elevado da Perimetral. Um PM foi morto.

17/07/04 - Dois PMs do 6º BPM (Tijuca) foram mortos em ataque, na Rua General Canabarro, no Maracanã. O crime aconteceu por volta das 7h, enquanto eles aguardavam rendição do serviço. Um fuzil e duas pistolas foram roubados.

05/08/2004 - Dois soldados foram fuzilados por bandidos na Avenida Presidente Vargas, perto do Sambódromo, na Praça Onze, por volta das 21h. Eles estavam do lado de fora da patrulha. Um fuzil calibre 7.62 e duas pistolas .40 foram roubados.

02/10/04 - Dois PMs do 22º BPM (Maré) foram mortos enquanto saíam de uma padaria na Rua Barreiros, em Ramos, por volta das 7h.

12/10/2004 - Um sargento e um soldado foi atacados e mortos numa emboscada na Avenida Pastor Martin Luther King Jr., em Inhaúma.

24/12/2004 - Dois PMs do BPVE foram mortos durante ataque de bandidos na Linha Amarela, altura de Bonsucesso.

08/03/2007 - Um cabo e um soldado do 9º BPM (Rocha Miranda) foram mortos enquanto paravam num posto de gasolina, na Monsenhor Félix, Irajá.

1º/05/2007 - Dois policiais militares do 9º BPM (Rocha Miranda) foram assassinados na esquina da Rua João Vicente e a Estrada Henrique de Melo, em Oswaldo Cruz, próximo ao local onde o menino João Hélio foi morto. Um dos bandidos chegou a subir no capô da viatura para descarregar sua arma nos PMs. A caçada ao bandido conhecido como 'Mata Rindo' provocou operações diárias nos complexos do Alemão e da Penha, por meses, e causou dezenas de mortes. Dois fuzis e duas pistolas foram roubados.

17/07/2008 - Um sargento e um cabo do 23º BPM (Leblon), foram
executados
a tiros de pistola e fuzil, às 5h30, dentro da patrulha parada em frente ao número 197 da Rua Fonte da Saudade, esquina com a Rua Sacopã, na Lagoa. Um fuzil e duas pistolas foram roubados. Acredita-se que os PMs estivessem dormindo dentro do carro.

01/05/2009 - Dois PMs do BPVE foram fuzilados na Avenida Brasil, altura do posto Vagão, em Realengo, por volta das 4h. Eles estavam ao lado da viatura. Um cabo foi morto e um soldado ficou ferido.

Um comentário:

  1. com certeza, toda vez que os traficantes atacam PMs em serviço nas ruas é para roubar a armas deles

    ResponderExcluir