quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Motoristas e cobradores desrespeitam passageiros de ônibus em Niterói

Isso acontece com certa frequência, seja dia de semana ou sábado e domingo. Motoristas e trocadores das linhas 43 e 49, toda vez que passam pela esquina entre a Avenida Sete de Setembro e a Rua Gavião Peixoto, em Icaraí, Niterói, entre 20h e 21h, saem do coletivo para comprar comida em uma pizzaria próxima ou para trocar dinheiro no restaurante.

Dia desses, o motorista do 43 simplesmente saiu do ônibus e foi para a pizzaria, deixando o coletivo parado em plena rua com dois passageiros. Depois de cinco minutos esperando, os dois passageiros resolveram entrar no 49 (que é da mesma empresa), mas se deram mal. O trocador já tinha combinado com um funcionário da pizzaria de trocar dinheiro e teve que ir até o restaurante porque o tal funcionário não estava no ponto. Os passageiros acabaram tendo que esperar ainda mais tempo até o ônibus deixar o local.

Mais abusos
Isso é comum também na linha 750 (Santa Rosa-Estácio). Com frequência, entre 20h e 21h, o motorista e o trocador (sempre os mesmos!!!!!!!) param na praça da Cruz Vermelha, no Centro, para comprar um caldo de feijão.

Outro abuso bem comum mas em várias linhas acontece quando o motorista está bem adiantado para chegar no ponto final. O que muitos fazem: reduzem a velocidade ou até ficam parados em determinado local mesmo com passageiros dentro. Isso aconteceu, por exemplo, esta semana na linha 277. Sabendo que estava muito adiantado para chegar na Praça XV, o motorista ia parar o ônibus na Rua Evaristo da Veiga. Ao ver um passageiro, perguntou onde ele iria descer. Como o passageiro disse que tinha que pegar a barca das 22h, ele teve que ir até o ponto final.

Nenhum comentário:

Postar um comentário