quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Associação de moradores ou do tráfico de drogas?

No início da semana, o comandante-geral da PM, coronel Mário Sérgio Duarte, anunciou que os Complexos da Maré e do Alemão ganharão Unidades de Polícia Pacificadora, as UPPs. A polêmica dos prazos já foi abordada aqui no blog, mas o que também chamou a atenção foi a declaração de um líder comunitário, publicada no jornal O Dia.

"Ao contrário do que passa na televisão, a exemplo de outras comunidades que receberam a UPP, o Complexo do Alemão não está ansioso para recebê-la. A segurança pública não tem diálogo com os moradores. Primeiro, ela tem que entrar com propostas sociais, como quadras esportivas ou centros de formação profissional, além de ouvir os moradores e, somente então, pensar em implantar um projeto", disse Willians Silva, presidente da associação de moradores da Fazendinha, no Alemão.

Já foi dito aqui que as UPPs não são a solução definitiva para combater a violência nas favelas do Rio. Mas certamente esse 'representante' dos moradores da Fazendinha não representa em nada a vontade dos moradores da região. Duvido muito que moradores de qualquer lugar do mundo se sintam felizes com o consumo e venda de drogas nas portas de suas casas. Assistir jovens drogados e armados com fuzis também deve ser muito agradável...

Depois, algumas lideranças comunitárias reclamam quando são vistas como porta-vozes do tráfico de drogas. Se tem alguém que não quer a UPP, são os criminosos.

4 comentários:

  1. Sinceramente, o negocio eh o seguinte. Ai na zona sul, d frente pra praia, varios turistas, atriz, atores, celebridades e varias gente do governo, só gente poderosa. O modelo da verdadeira UPP esta ai. e deve continuar assim, pois a policia nao pode fazer merda ai, na area dos poderosos. + com certeza, upp na zona norte na vai dar certo.
    como eh zona norte, area quase abandonada pelo poder publico, a policia vai tocar o horror. vai sair matando td mundo, vai esculachar morador, estrupar a filha dos outos e impor toque de recolher. aki aos olhos da pm, td mundo eh marginal. Vcs simplismente nao tem ideia do a policia faz quando vem nas favelas da z norte. a comecar pelo bope, q desde q lancaram o filme deles, parece q eles pioraram nas operacoes, sempre sumindo com corpo d inocente.
    o q a policia faz aki, simplismente nao sai nos jornais, radio e televisao, pq ngm liga.
    ate zona oeste ta melhor, pq trafico la eh pequeno comparado com as milicias d la. e pelo menos em area d milicia, policia nao esculacha, pq os co-irmaos deles eh q mandam na area.

    Se for pra vim aki, ficar meses em guerra com o trafico pra expulsar eles dos complexos (alemao,penha e maré), matando gente por bala perdida, e no final da carnificina, dps q ganhar a briga com o trafico, vim querer fazer algazarra com os moradores, intao muito obrigado, + nos nao queremos nao. ta muito bom com o trafico mesmo, pq pelo menos eles nao esculacham os moradores a toa nao. ruim com eles, pior sem eles.

    Ass: 1 morador da vila cruzeiro q ja viu q com essa policia e bandidos, o rj vai virar guerra civil logo logo

    ResponderExcluir
  2. o rio já está em guerra civil.

    pega os números de mortos e feridos do rio e faz uma comparação com as guerras que acontece no oriente médio..africa...e leste europeu.

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho que concordar com o Willians da Silva, disse tudo. Quem não mora na favela tem essa mesma ideía que vc escreveu no seu Blog, a polícia e despreparada, mata uma porrada de inocente, rouba, da tiro no tranfomador e nas caixa d'água entre outras coisas, e de que adianta implantar a UPP, e não investir na saúde, no transporte (Carente, na Zona Norte), entre outras coisas. Isso e história, ninguém e obrigado a entrar pra boca e nem usasr drogas, falo isso por experiência própria, usa quem quer. A Policia já ocupou as favelas da Zona Sul, mais o que o Estado fez para essas comunidades nesse periodo????

    ResponderExcluir
  4. para os que postaram, fica claro o apóio ao tráfico. fica claro o apoio ás melícias. fica claro que não querem que nada mude, que continuem todos assim, na miséria e sem nenhuma obra novaou pespectiva de mudança. fica claro que não querem perder terreno nos negócios. que não se importam com o futuro das crianças locais.
    não apoiar mudanças, estando na iséria, é ser mais miserável ainda. é ser pau-mandado sem alma.
    é ser covarde e merecem porrada mesmo.

    ResponderExcluir