quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Fogo em ônibus e comércio fechado mostram planejamento ruim para UPP na Zona Sul


É impressionante a capacidade que a secretaria de Segurança tem de planejar mal as suas ações. O exemplo mais recente é a ocupação dos morros Pavão-Pavãozinho e Cantagalo, na Zona Sul. Enquanto as comunidades estavam repletas de policiais militares, três vagabundos foram para o asfalto e conseguiram atear fogo num ônibus, numa das avenidas mais movimentadas do bairro.

E o mais impressionante é que a PM sabia da possibilidade de represálias do tipo, mas o policiamento no entorno das favelas foi insuficiente para coibir a ação criminosa de maior impacto até o momento. Isso para não falar no comércio, que não confia na polícia e se mantém fechado.

Nenhum fuzil foi apreendido e nenhuma liderança do tráfico foi presa até agora. Há informações de que os líderes teriam deixado as comunidades para se refugiar na Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha. Na Zona Sul, teriam ficado apenas vendedores de drogas sem qualquer expressão.

E olha que estamos falando de Copacabana, o bairro mais famoso do Rio, abrigo para turistas e tudo mais. Imagina o processo de 'pacificação' em comunidades maiores da Zona Norte, como Complexos da Penha e do Alemão. Com esse planejamento, impraticável...

Nenhum comentário:

Postar um comentário