quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Todo o brilho de Lúcio Natalício...

Nosso querido Natal, com 38 anos de profissão, mandou a seguinte nota para ser publicada nesta sexta-feira. Duvido que alguém seria capaz de fazer igual. Simplesmente sensacional! O melhor, é claro, ficou para o final...
Confira:

Carlos Eduardo Barbosa Campos, 35 anos, passava pela Rua Daniel Carneiro, no Engenho de Dentro, quando ficou extasiado com o canto de um curió. Ao averiguar que não tinha ninguém na casa, ele entrou e furtou o passarinho. Quando saía apressado com a gaiola, o ladrão deu de cara com uma patrulha do 3º Batalhão e saiu correndo com o curió. Após perseguição, Carlos foi preso. Levado para a 23ª DP (Méier), o ladrão foi atuado por tentativa de furto depois de confessar que iria vender o passarinho, avaliado no cambio negro em R$ 1 mil. O passarinho, coitado, foi preso três vezes. Ao ser engaiolado pelo dono, pelo ladrão e pela polícia, só que na condição de vítima. Carlos Eduardo, por sua vez, foi literalmente engaiolado.

2 comentários:

  1. É o cara. Jamais esquecerei do conselho natalino assim que cheguei em O Dia: "Sr. Rosa, cuidado com os malucos daqui. Eu que sou maluco, não tô mais aguentando. Então, cuidado!" Sensacional!

    ResponderExcluir
  2. Parafraseando o título do filme, Natal é o brilho eterno de uma mente cheia de lembranças. Gênio da raça.

    ResponderExcluir