segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Levantamento da PM para implantação das UPPs

Semana passada, o Temos Isso publicou uma lista com as comunidades a serem pacificadas, de acordo com o governo do estado. O blog ainda as separou por áreas da cidade e citou qual a facção criminosa que as domina atualmente.

Agora, vamos enumerar as ações que fazem parte do planejamento estratégico da secretaria de Segurança para que a criação das Unidades de Polícia Pacificadora seja possível. Confira as informações que a polícia precisa levantar para conhecer tais comunidades.

1- Facção Criminosa, número de membros, quantitativo de fuzis, nome dos líderes, gerentes, etc;

2- Nome dos líderes comunitários e se a comunidade é receptiva à PM;

3- Principais locais de venda de drogas, contenção armada, barricadas (qualquer obstrução do acesso à comunidade);

4- Estratégia de intervenção, vias de acesso e rotas de fuga;

5- Atribuir um grau (1 a 10) para o grau de dificuldade da intervenção / pacificação e de (1 a 10) para a posição estratégica da comunidade dentro da área da policiamento da OPM;

6- Locais para refúgio das quadrilhas expulsas pela ocupação;

7- Tempo estimado para a ocupação / pacificação;

8- Quantitativo necessário para implantação de uma Unidade Pacificadora (definir parâmetros como relação PM/Habitantes e PM/km²);

9- Definir o quantitativo de PMs por turno de 12 horas;

10- Plotar em mapas do Google os locais elencados e o PM da ocupação;

11- Enviar o relatório impresso e em mídia (CD rom).

Nenhum comentário:

Postar um comentário