terça-feira, 10 de novembro de 2009

Polícia dá duas informações a respeito da operação em Muriqui

Os policiais da delegacia de Cargas descobriram que traficantes faziam um churrasco em Muriqui, distrito de Mangaratiba e foram para o local. A bandidagem percebeua movimentação e mandou bala em cima dos agentes. Houve troca de tiros. Os criminosos fugiram para uma mata e deixaram para trás, quatro veículos, duas pistolas e duas granadas.

O delegado Deocléssio afirmou que a quadrilha seria da Vila Cruzeiro, na Penha, dominada pelo traficante Fabiano Atanásio da Silva, o FB. Entretanto, outros policiais declararam que o grupo que se esbaldava era da Rocinha, em São Conrado, rivais ferrenhos do bando de FB.

Na surdina, os agentes disseram que o anúncio pela Vila Cruzeiro seria uma forma de despistar a investigação, já que a delegacia estaria realizando um trabalho detalhado sobre a Rocinha com direito a grampos telefônicos, que levaram a localização do sítio.

Há informações de que peixes grandes da facção Amigos dos Amigos (ADA), como Nem e Roupinol, estariam se divertindo na festança.

3 comentários:

  1. a civil foi lá pegar mais dinheiro , so que se ferraram , foram recebido a tiros.

    ResponderExcluir
  2. hahaha concordo dessa vez arrego foi de bala hausahusa nao e todos dias qu rola arrego

    ResponderExcluir
  3. Vou ter que concordar com o Fábio, foram arrumar um arrego e entraram na bala. E falando em arrego, os TCP conseguiram tomar uma parte da VK, com ajuda dos Policiais. Como diz o Matématico: "Eles existem pra somar".

    ResponderExcluir