quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Melhores momentos de Eduardo Paes em O Dia

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, esteve hoje no auditório do jornal O Dia para apresentar o projeto Porto Maravilha, que pretende transformar toda a Zona Portuária da cidade em um lugar civilizado, onde se poderá até mesmo morar.

Entre muita coisa que foi falada e até algumas informações em primeira mão que os colegas devem aproveitar para produzir reportagens, o Temos Isso separou alguns pontos, no mínimo, curiosos do pronunciamento do prefeito.

1- O colega Lúcio Natalício, repórter das antigas, mandou na lata: "Prefeito, eu gostaria se o senhor falasse sobre a criação de emprego nessa obra mirabolante?

2- Numa pertinente pergunta sobre o legado da olimpíada para o subúrbio, Paes respondeu: "Não há lançamentos imobiliários na Zona Norte. Há muitas exigências, como vaga na garagem e moradia para o porteiro. Essas coisas encarecem muito a obra. Por isso, os lançamentos imobiliários são todos na Barra".

Não seria por que na Barra não tem favelas?

3- "No Morro da Providência e da Conceição não vamos lançar Cepacs (Certificados de Potencial Adicional de Construção)", títulos que servem de instrumentos para captação de recursos para obras públicas. "Porque lá é área de proteção ambiental", disse Paes.

Não sabia que fuzil era espécie protegida pelo Ibama.

4- Consta da segunda fase do projeto a derrubada da alça da Perimetral. "Vamos fazer um túnel subterrâneo, a exemplo do Mergulhão da Praça XV", explicou o prefeito.

Sinceramente, espero que não. O mergulhão está completamente abandonado. Escadas rolantes não funcionam, falta iluminação e não há qualquer conforto e segurança para quem usa.

5- Quando Paes falava sobre a importância das Vilas Olímpicas na cidade, um repórter perguntou: "Mas prefeito, o que o senhor acha de algumas vilas estarem ligadas a pessoas como Jorge Babu e Jorginho da SOS?

Momento constrangedor, mas Paes até que saiu-se bem...

6- O prefeito admitiu ainda que a prefeitura vai patrocinar atletas com potencial para ganhar medalhas em Londres, em 2012. Mas Paes não quer saber dos gordinhos. Veja o que ele disse:

"Vamos investir em quem possa ganhar medalha. Pode ser no badmington, não importa. Esse negócio de 'importante é competir', não está com nada. Se for para chegar em quarto lugar, nem fale com a Prefeitura. O resto é atribuição do COI. Na escola, aquele gordinho que tem dificuldade de correr, não vou quebrar o coco com ele".

Então tá...

Nenhum comentário:

Postar um comentário