quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Bárbarie total no caminho da praia

Com a chegada do verão e o forte calor, aumenta muito a procura dos cariocas pelas praias, quese sempre lotadas aos finais de semana. Mas um problema grave acontece na ida de parte da população para a Zona Sul da cidade. O vandalismo e os abusos que algumas pessoas cometem em ônibus que vão em direção às praias da cidade.

Vou citar um caso específico, que conheço bem de perto. Trata-se do ônibus da linha 476 (Méier/Leblon), da empresa Braso Lisboa. O que acontece nessa linha de ônibus em dias de sol é um verdadeiro absurdo. Moradores das favelas do Céu Azul, Rato Molhado e Jacaré, entre outras favelas da região, simplesmente invadem o ônibus antes mesmo de o coletivo parar no ponto.

Em pelo menos cinco pontos de ônibus, multidões de até 80 pessoas entram no ônibus pelas janelas, pisando nas pessoas de bem que pegam o ônibus para ir ao trabalho, escola, ou até se divertir, mas de forma civilizada. Não bastasse essa barbárie, os vândalos arrancam janelas, fumam maconha e escutam funk com letras pornográficas em volume altíssimo na frente de quem estiver: mulheres, crianças, idosos. É muito revoltante!

Quando a empresa ainda disponibilizava veículos com ar condicionado, a situação era ainda pior. Imagine tudo isso dentro de um ônibus fechado. Mas de uns tempos para cá, a Braso Lisboa não coloca mais ônibus nesta linha com ar condicionado. Assim, os prejuízos com a depredação são um pouco menores.

Motoristas ameaçados
Alguns motoristas chegam a mudar o trajeto, às vezes, mas para alguns pontos não há essa possibilidade. Eles relatam ainda que, caso não parem nesses pontos, correm o risco de ser espancados por essas pessoas, que além de tudo não pagam passagem.

Linhas de ônibus como essa deveriam passar em blitz sempre para evitar que barbáries de todo o tipo continuassem a acontecer dentro de um transporte que é público. Mas infelizmente não é assim que funciona.

4 comentários:

  1. policiais deveriam estar nestes pontos para organizar filas e proibir que pessoas entrem sem pagar a passagem. não custa nada fazer isso, basta querer

    ResponderExcluir
  2. favelados são uma desgraça pro rio de janeiro.
    muda a rota do onibus.

    ResponderExcluir
  3. a melicia do 18 ta roubando moradores de madrugada cuidado pessoal!
    parabéns a melicia da granja e beco pelo trabalho q fazem sempre nada deles e nao pertubam e nem roubam ninguem

    ResponderExcluir
  4. Outro dia eu fui assistir o jogo do Flamengo com uns amigos, o Flamengo foi campeao e foi festa em toda cidade. Entramos no onibus na volta e haviam varios rapazes surfando em cima do onibus. Eu ainda subi em cima do banco dos passageiros, puz a cabeça pra fora e tentei convence los do risco e a voltar pra dentro. O motorista tava nem ai, com medo claro, normal.

    ResponderExcluir