terça-feira, 20 de outubro de 2009

Problemas do GAM serão debatidos com o comandante-geral da Polícia Militar

Nesta quarta-feira, dia 21, policiais do Grupamento Aéreo Marítimo (GAM) vão se reunir com o comandante-geral da PM, coronel Mário Sérgio Duarte, às 10h, na sede da unidade. Em pauta, muitas reivindicações, entre elas o fardamento anti-chamas, usado apenas pelo piloto e pelo co-piloto do helicóptero que caiu sábado na vila olímpica do Sampaio. Os demais tripulantes, os atiradores, usam fardamento comum, o que é inadequado para a função que exercem. Ainda no sábado, o Temos Isso informou sobre o assunto.

Praças (soldados, cabos e sargentos) também não recebem a gratificação pela atividade de risco que exercem. No caso de sábado, por exemplo, apenas os capitães recebiam gratificações, conforme informou o G1 (http://tinyurl.com/yzhsk4x).

Mas os problemas do GAM vão muito além. De acordo com PMs do grupamento, o armamento é inadequado. Eles usam munição muito leve, de calibre 5.56, diante de condições adversas, como vento forte. O modelo mais comum é o M16. Os dois fuzis modelo FAL calibre 7.62 (os únicos deste calibre que a unidade possuía) se queimaram junto ao helicóptero abatido.

Fuzis da marca Colt (mais leves) que seriam ideais para a atividade destes PMs já foram solicitados, mas a corporação é obrigada a adquirir armamentos inadequados, da Imbel (Indústria de Material Bélico do Brasil), pelas autoridades competentes. Entre os modelos ideais, segundo a própria corporação, estaria o G3. Tipos de metralhadoras específicos já foram sugeridos e nada...

Até o helicóptero usado pelo GAM é inadequado, segundo os policiais. Oficiais da unidade especial têm projetos, com modelo e espeficicações, mas também esbarram em sabe-se lá o quê.

Outro assunto que deve ser debatido na reunião com Mário Sério é a ociosidade de mão de obra qualificada na PM para atuar no GAM. Muitos policiais fazem o treinamento, mas nunca passam pela unidade.

É esperar para ver no que vai dar esse encontro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário