quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Globo age nos bastidores para voltar a chatice do mata-mata no Brasileirão

Matérias veiculadas nos últimos dias dão conta de que a Globo estaria insatisfeita com o atual regulamento do Campeonato Brasileiro e pressiona para o retorno do mata-mata na competição.

Seria de um grande retrocesso. Segundo informações da imprensa, a inteção da emissora é devido ao pedido feito por clubes cariocas e nordestinos que não têm conseguido disputar o título por pura incompetência.

Os pontos corridos são o melhor regulamento que existe. É um campeonato só, disputa simples. Todo mundo joga contra todo mundo, em ida e volta, chegou na frente é campeão e pronto. Premia o melhor time. Além disso, a disputa pela Libertadores traz uma emoção a mais.

O mata-mata é uma grande chatice, uma grande mentira. Não há nada de emocionante o oitavo colocado eliminar o primeiro. É uma grande aberração. Seu time faz uma grande campanha, lidera o campeonato inteiro e aí, por conta de um dia ruim ou até erros do árbitro, cai diante de um time com um desempenho bem inferior ao longo da competição. O oitavo colocado tem que disputar a Sul-Americana e olhe lá.

Já temos inúmeras competições mata-mata. Copa do Brasil, Libertadores, Sul-Americana, até Copa do Mundo. Chega né. Os defensores do mata-mata citam apenas o exemplo do Santos de Robinho de 2002, que foi campeão depois de ficar em 8º lugar na primeira fase, como exemplo de justiça nos mata-matas.

Médias de público
As médias de público dos últimos mata-matas, por exemplo, não são superiores a dos pontos corridos. Em 2000, a média foi de 11.546. Em 2001, de 11.401. No ano seguinte (último do mata-mata) 12.866. No ano passado, a média de público foi de 16.966 pessoas por jogo. Em 2007, foi de 17.461.

Dizem que os pontos corridos não tem emoção. Não tem emoção para quem não se prepara direito e fica longe da briga pelo título. Neste campeonato aí podemos ver, apesar de ainda longe da definição, estádios lotados. O Flamengo botou 60 mil contra o São Paulo. O Fla-Flu teve 80 mil. O clássico mineiro Atlético e Cruzeiro foi visto por quase 50 mil pessoas.

5 comentários:

  1. Cara, mto ridículo isso. Com o campeonato do jeito que tá e como foi em todas as edições dos pontos corridos, voltar ao caos do mata mata é um retrocesso sem precedentes!
    Abcs

    ResponderExcluir
  2. Mata-mata e a melhor maneira de coibir o roubo que rola durante o campeonato. Desde quando começou o Pontos corridos os Paulistas sempre foram o grandes beneficiados. Penalty contra algúm Paulistas em seu dominios impossivel, São Paulo, Corinthians e agora o Palmeiras que o diga.

    ResponderExcluir
  3. FUTEBOL BRASILEIRO MORREU A MUITO TEMPO.
    AMADORISMO TOTAL

    ResponderExcluir
  4. A globo que forçou os pontos corridos, caiu na própria armadilha. O problema que é a ilusão que os pontos corridos favorecem os melhores. Não é verdade. Pontos corridos só e´bom para europeu que tem 1 ou 2 times grandes e não tem clima para 2 campeonatos no ano. Os pontos corridos são extremamente injustos e a grande ilusão é que o melhor é quem faz mais pontos e faz mais pontos quem é o melhor?????
    1. È injusto dar os mesmos 3 pontos para quem ganha do lider e do lanterna. Tem time que foi campeão empurrando bebado em ladeira.
    2. Os pontos corridos disfarçam os erros da arbitragem e facilitam a manipulação do campeonato, pois os erros se perdem no caminho (o gremio não foi campeão ano passado porque roubaram pelo menos 4 pontos).
    3. É injusto por exemplo quem fez 3 pontos contra o Botafogo (que apanhava de todo mundo) no início do 2o. turno e quem enfrenta agora.
    4. É injusto quem enfrentou um Santos motivado no inicio e quem vai enfrentar um totalmente desmotivado agora (e o jogo pode decidir o campeonato).
    5. É injusto um esquema de campeonato que favorece quem tem o melhor time de advogados, de médicos, de agenciadores, de pessoas que agem nos bastidores, quem da curso de manipulação da arbitragem e até o melhor banco em detrimento de quem tem o melhor time.
    6. Favorece jogadores regulares e medianos em detrimento dos craques, que nos jogos mata-mata chamam a responsabilidade para si e decidem o jogo (depois reclamam que os craques estão desaparecendo).
    7. É injusto quando para criar motivação no campeonato se tem criar um monte de subterfúgios:
    - Reduziu os campeonatos regionais a um mata-mata de 2 meses onde os times do interior jogam um mes e meio apenas (que clube do interior vai montar um time decente pra jogar 1,5 meses)
    - Eliminou os melhores times da copa do brasil com medo que esta passasse a ser mais emocionante que o campeonato brasileiro
    - Favorece times pequenos e médios no inicio pois os melhores jogam com times reservas (estão na fase decisiva de outros campeonatos-Libertadores e copa do brasil). Isto gera um falso equilibrio entre os times e um falsa emoção.

    ResponderExcluir
  5. quanta sandice dita nesta última postagem, o cara não entende rigorosamente nada de futebol

    ResponderExcluir