segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Milícia expulsa antenistas de Jacarepaguá

A milícia acabou com o trabalho de profissionais em Jacarepaguá. Há pelo menos quatro anos, antenistas que distribuíam sinais de canais de TV aberta em comunidades do bairro não realizam o serviço. Tiveram, inclusive, que transferir a sede da associação da categoria, a Abetelmin, para o Centro da cidade. Tudo isso por causa da ameaça dos grupos paramilitares.

Os antenistas tinham empresas que foram tomadas pelos milicianos. A Associação, que tinha 66 empresas, hoje só conta com 26. Em Realengo, os antenistas também não entram em favelas, segundo relatos de profissionais à CPI das Milícias da Alerj.

Tudo isso tem uma razão: uma das maiores fontes de renda dos milicianos é a distribuição ilegal de TV a cabo clandestina (o Gatonet). E os antenistas eram um entrave para os negócios.

2 comentários:

  1. esses caras estão reclamando do que???

    eles antes faziam a mesma coisa , era so pagar propina, que eles liberavam canais...ppv...vendiam decofificadores.

    ResponderExcluir
  2. essa CPI das milicias não passa de um circo , com direito a ter como presidente , o sr Marcelo Freixo , grande militante dos direitos "Humanos" . defensor de vagabundos , como traficantes..ladrões..estupradores...assassinos...

    ResponderExcluir