sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Quando o assessor não assessora p... nenhuma

E por falar em release, a relação entre repórteres e assessores de imprensa nem sempre é boa. Há assessores ótimos, mas a maioria deixa muito a desejar. Dia desses, um colega fez um pedido a um assessor de uma secretaria municipal do Rio. Havia uma contradição entre informações passadas pelo assessor e uma entrevista que o secretário da pasta havia concedido na TV Globo

Dá só uma olhada na resposta do tal assessor:

"Xxxxx, conforme já era esperado, as informações sobre os decibéis eram aquilo mesmo que o secretário gravou hoje na televisão. O mesmo ocorre quanto ao horário. Mas os parâmetros dessa resolução, meu amigo, vou ficar te devendo, primeiro porque meu horário estourou, segundo porque o secretário sequer se encontra. Fica difícil assim. Lamento não poder ajudá-lo mais".
Xxxxxx Xxxxxxxx

Pois é, caros leitores. Para não causar constrangimentos, omiti os nomes do colega e do assessor, mas a mensagem está reproduzida na íntegra. Agora, digam-me se não tenho razão: pra que serve um assessor desses?

1-Um profissional que não pode te ajudar porque o horário dele simplesmente estourou. Como se o do repórter não estourasse todos os dias e como se não fosse interessante pra ele ter uma matéria sobre a sua pasta publicada no jornal.

2- O secretário não está no gabinete, mas mesmo com celular, nextel, GPS e tudo o que tem direito, ele não é capaz de localizar o tal secretário.

3- No fim da mensagem, ainda solta um "lamento não poder ajudá-lo mais", como se tivesse ajudado em alguma coisa. Haja paciência!

6 comentários:

  1. É realmente um absurdo!

    Ganhar dinheiro assim é mole...

    Ontem mesmo... depois de ligar até para Brasília pra conseguir o contato da assessoria do deputado federal Nelson Bornier, e já na terceira ou quarta ligação, o assessor me faz explicar a história toda pelo telefone e depois encaminhar um e-mail com as perguntas.

    Você respondeu? Pois é... nem ele... aff

    P.S. Cadê tu, tatu, que não encontro mais na rua?! rs

    Bjo!

    Roberta Trindade

    ResponderExcluir
  2. Isso não é resposta que se dê. Mas tem jornalista que costuma ligar para a assessoria de imprensa quase ás 19h para pedir informação de matéria que rolou de manhã

    ResponderExcluir
  3. Realmente. Já fui assessor e preciso concordar com o leitor do comentário acima. Mas escrevi esse post porque não foi o caso. Estava dentro do horário considerado comercial e, portanto, o coleguinha poderia ter ajudado.

    ResponderExcluir
  4. Marcelo,
    Tô mega curiosa aqui, pesquisando quem poderia seria o autor da "pérola". Tô apurando.rsrsrrs
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Marcelão, e a praga que rola agora que qualquer pedido de informação tem que ser por e-mail? Fala sério né. Pior. Você já reparou que o tal e-mail nunca chega? Principalmente se o assunto é polêmico. "Senhor, mande de novo, pois ainda não chegou". Essa é lenga-lenga de sempre. Abraço do Francisco Edson Alves

    ResponderExcluir
  6. Pior é que tem muita gente boa fora do mercado e essa anta deve ganhar muito bem.

    ResponderExcluir