quarta-feira, 29 de julho de 2009

Presidente do TJ dá com a língua nos dentes

Nesta quarta-feira, a briga judicial para decidir o destino de três dos criminosos mais perigosos do Rio teve um episódio inusitado. O desembargador Luiz Zveiter, presidente do Tribunal de Justiça do Rio, foi surpreendido com a ligação de uma repórter, que o informou sobre a chegada dos criminosos vindos de Catanduvas (PR). Isso quando eles já estavam a caminho. De fato, Zveiter não sabia.

O curioso foi que diante da informação, Zveiter deixou a colega falando praticamente sozinha e, na mesma hora, pegou outro telefone e ligou para um repórter da TV Globo, que havia acabado de fazer uma matéria para o RJ TV. O desembargador contou a novidade ao colega, que também desconhecia o assunto. Na matéria, inclusive, o repórter diz que os bandidos chegariam ao Rio só na quinta-feira.

Depois de deixar a colega que o informou sobre o ocorrido a ver navios, o presidente do TJ foi tomar suas providências, como por exemplo, falar com o governador Sérgio Cabral. Depois de algumas horas foi que ele atendeu aquela que lhe fez um grande favor.

No mínimo antiético, excelência...

Nenhum comentário:

Postar um comentário