quarta-feira, 15 de julho de 2009

Jornal Hora H não publica mais foto de cadáver na primeira página

Último jornal sangrento no Rio de Janeiro, o Hora H, que circula na Baixada Fluminense, inexplicavelmente não publica mais fotos de cadáveres na capa. Cansamos de ver por lá fotos de mortos sem cabeça, com a cara toda arrebentada por tiros, com as tripas e os miolos para fora. Tudo isso colorido, bem ao estilo dos antigos 'espreme que sai sangue', como foi não tem muito tempo o jornal O Povo.

O jornal, no entanto, continua com manchetes bizarras. Nesta semana, por exemplo, em um tiroteio em Nova Iguaçu, o principal título era: Balas perdidas acertam até bilau de pedestre.

Lembrar do Hora H é lembrar do antigo repórter Erick Kleuver, que se aposentou há poucos anos. Repórteres de polícia que precisavam de algo na Baixada sempre podiam contar com ele, que distribuía jornais entre os policiais que encontrava pelo caminho e era o cara mais bem informado sobre assuntos de polícia na região.

Como sinal dos novos tempos, o Hora H está custando R$ 1, mais caro do que os jornais populares tablóides que circulam no Rio de Janeiro.

7 comentários:

  1. Eu também fico indignada quando vejo tais fotos em um jornal , do qual recolhemos informações tão importantes sobre o que o nosso prefeito está implantando em nosso município e até mesmo as prestações de contas do Município que antes não era do conhecimento da população.

    ResponderExcluir
  2. Eles voltaram a publicar as tais fotos. Foi só falar...

    ResponderExcluir
  3. e muita violencia o mundo nao precisa ver isso. Eu moro no estrangeiro e uma vergonha.eu moro no ceu.isso ai parece mai o inferno

    ResponderExcluir
  4. Porque não mostrar a verdade nua e crua? ISSO CHAMA CLIENTE,O OBJETIVO PRINCIPAL É ESSE.Isso é BRASIL !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. já viu o hora h de hoje 11/01/2011

    ResponderExcluir
  6. vamos nos unir para melhorar bel ford roxo guen ja saiu da prefeitura e nao fez nada nao deve retor na.

    ResponderExcluir