quarta-feira, 15 de julho de 2009

Ex-corregedor da PM critica novo comando da corporação

Em seu blog, o coronel Paulo Ricardo Paul, ex-corregedor da PM, vem criticando abertamente a mudança no comando-geral da corporação.

Paul criticou, por exemplo, a nomeação do atual comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope), tenente-coronel Paulo Henrique Azevedo de Moraes,que, segundo ele, está há mais de uma década fora da PM (12 anos).

O ex-corregedor afirmou ter assumido na PM um grupo de oficiais que não ombreou na luta pela vitória da corporação, um grupo que recebeu promoções e funções em troca de lealdade a um político transitório. Esse grupo, segundo ele, mandou para a geladeira, o chefe do Estado Maior e mais 12 coronéis.

Para o oficial, o novo comando nasce com o símbolo do distanciamento dos interesses institucionais, sobretudo, dos interesses da tropa.

Paul disse ainda que, para colocar o novo comandante Mário Sérgio Britto Duarte (foto) no cargo, precisou-se promovê-lo a coronel às pressas. E que o novo chefe da PM tentou sair da luta por melhores vencimentos, atribuindo erradamente o papel de protagonista ao secretário de segurança, que não é policial militar.

2 comentários:

  1. esse paulo é uma merda..tem que enfiar a lingua na bunda.. porque o teto dele é de cristal.

    ResponderExcluir
  2. Pô, companheiro, ainda que anonimamente, detalhe esse teto de cristal, se possível.

    ResponderExcluir