terça-feira, 23 de junho de 2009

Uma das piores trocas do futebol brasileiro

A decisão da diretoria do São Paulo de demitir o técnico Muricy Ramalho (foto) é discutível embora os cartolas tenham lá seus motivos. Agora, contratar Ricardo Gomes para substituí-lo foi de péssimo gosto. Gomes é muito fraco. Teve suas oportunidades em grandes clubes aqui no Brasil e foi muito mal no Fluminense, muito mal no Flamengo e conseguiu a proeza de não classificar a seleção brasileira para as Olimpíadas de 2004, mesmo com um timaço nas mãos (Robinho, Diego, Nilmar e cia). No futebol francês nunca ganhou nada e, em sua última campanha, o Monaco ficou apenas em 11º lugar no campeonato nacional.

Tudo bem, a maioria dos grandes treinadores brasileiros está empregada. Mas valeria muito mais a pena investir em técnicos mais competentes do que Gomes e que estão fora do país como Abel Braga, Oswaldo Oliveira. Ou, até quem sabe, em Nelsinho Baptista, que não é nenhuma maravilha, mas fez excelente trabalho no Sport e teve boas passagens pelo tricolor.

Mais sobre Muricy
Voltando ao Muricy. O cara é tricampeão brasileiro, super-competente, mas a obsessão são-paulina em ganhar a Libertadores falou mais alto. Foram três eliminações seguidas para equipes brasileiras e o treinador acabou pagando o pato. Na última quinta-feira, o time jogou muito mal e levou um banho de bola do Cruzeiro em pleno Morumbi. A escalação foi esquisita. Deixou Hernandes no banco e colocou o jovem Marlos desde o início. No intervalo, tirou o artilheiro do time, Washington, quando precisava fazer gols. Havia um desgate de Muricy, não só com o grupo, como também com a imprensa. O São Paulo vinha mal também. Perdeu o campeonato paulista e começou pessimamente o Campeonato Brasileiro.

Resta saber agora se, com o novo comandante que nunca venceu nada, o São Paulo voltará a ser competitivo ao ponto de repetir a campanha dos anos anteriores quando reinou absoluto no Brasileirão. Time e elenco, o clube tem de sobra.

Ao citar o Muricy, vale lembrar também que, com a eliminação na Libertadores, Wanderlei Luxemburgo está perigando no Palmeiras. Ou seja, os dois melhores técnicos do futebol brasileiro vivem seu calvário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário