quinta-feira, 18 de junho de 2009

Um dia movimentado na 16ª DP (Barra)

A 16ª DP (Barra da Tijuca) é uma delegacia especial. Além de atender a uma área enorme, onde a maioria da população é das classes média e alta, costuma registrar casos de grande repercussão, entre eles o da doméstica espancada pela playboyzada e o assalto não esclarecido à casa do DJ Marlboro.

Nesta quarta-feira, eu (que há três dias fazia plantão por conta da mulher que matou o empresário milionário a facada) acabei passando por um dia bem movimentado e até engraçado, no fim das contas. Comecei o plantão às 14h30 na cobertura do assassinato do empresário e saí de lá, às 22h, com a delegacia cheia de prostitutas. Calma, eu explico.

É que a cobertura do barraco que terminou em morte entre os ricaços precisa ser monitorado durante 24h. Vai que Alessandra se apresenta... Aí, no fim da tarde chegou mais um caso que acabamos apurando. Três homens foram presos após uma saidinha de banco na Avenida das Américas. Vítima e pertences recuperados, vítima reconhendo os vagabundos, tudo certinho.

Daqui a pouco, chega o pessoal do movimento GLS ou algo do gênero. Haviam ido registrar um atentado contra o primeiro clube privê voltado para o público gay do Brasil, ocorrido no domingo, na Ilha da Gigóia. Foi jogado um coquetel molotov contra o portão, que ficou queimado. Os organizadores acreditam que o ato tenha sido uma tentativa de intimidá-los. O clube é de uma gravadora de Barcelona, na Espanha e já tem 2.500 associados, mesmo antes da inauguração.

Já à noite, quando a gente pensava que nada mais iria acontecer, começam a chegar viaturas do 31º BPM (Recreio). Além de PMs, cerca de 20 prostitutas lotaram a delegacia, todas da boate Paris Café, antiga Pigalle, que funcionava ilegalmente no Recreio. Quem acabou com a zona foi o delegado Milton Olivier, figuraça, que agora está num órgão que reúne inquéritos das antigas Deacs. A parte engraçada ficou por conta de alguns PMs, que não perderam tempo e trocaram telefones com as moças. "Só faltou a cerveja", comentou um coleguinha.

Depois que eu fui embora, por volta das 22h, ainda teve a ocorrência mais gravedo dia. Uma jovem de 19 anos anos que alega ter sido estuprada por quatro rapazes, dos quais três menores, vizinhos dela no condomínio península. Ela e os rapazes estiveram na delegacia para registrar a ocorrência e foram liberados após prestarem depoimento. Dia movimentado...

3 comentários:

  1. Sensacional!!!
    Marcelo, você continua demais. Parabéns pelo blog e pelo humor!!! Só assim para encarar um plantão cheio desses...
    Abraço
    Bruno Menezes

    ResponderExcluir
  2. Pô, meu caro, obrigado! Tenho tentado manter esse blog atualizado, mas não é fácil. E Esses plantões são fogo, você bem conhece.
    E aceito colaborações...
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. e o delegado adora aparecer também, aí essa delegacia vira um verdadeiro circo

    esse site demora muito para ser atualizado, tem que colocar matéria todo dia nele e mandar sempre a pauta atualizada para o mailing porque aí chama mais leitura

    alem disso, ver qual é o problema do site pq muitas vezes não conseguimos acessá-lo ou postar comentários

    ResponderExcluir