sexta-feira, 26 de junho de 2009

PMs tentam extorquir dupla na Zona Sul e se dão mal

Quatro policiais militares do 23º BPM (Leblon) serão submetidos a conselho de disciplina da corporação_ que pode levá-los a expulsão_acusados de extorquirem dois homens que foram flagrados portando maconha e ecstasy em Ipanema, no dia 23 de maio último.

Segundo consta a investigação, os PMs abordaram a dupla na rua Piragibe Frota Aguiar. Após a revista, encontraram maconha e um dos abordados confessou que também portava comprimidos de ectasy. Os policiais colocaram os dois na viatura e passaram a circular pela lagoa Rodrigo de Freitas. No trajeto, os PMs disseram que, para "resolver a situação", a dupla teria que pagar R$ 4.000 para conseguir a liberação. Como não tinha a quantia exigida, a dupla se propôs a dar R$ 450.

Eles voltaram ao local da abordagem e um dos detidos subiu até o seu apartamento e voltou com o dinheiro. R$ 450 foi entregue a um PM e outros R$ 100 a outros. Não satisfeitos, os policiais colocaram a dupla em um táxi e ordenou que seguisse até o Aeroporto Santos Dumont. No caminho, eles pararam em um caixa eletrônico na Lagoa e um dos detidos sacou mais R$ 100 para dar aos PMs.

O fato, no entanto, não se encerrou por ali. Ainda no trajeto, um dos detidos ligou para um amigo dizendo que estava sendo vítima de extorsão. O taxista, ao perceber isso, ligou para os PMs acusados que foram ao encontro deles e marcaram de receber mais R$ 1.000 no dia seguinte em frente ao Hospital de Ipanema.

A dupla de detidos fez o reconhecimento dos PMs, que já tiveram revogados o porte de arma e acauteladas suas respectivas carteiras de identidade da corporação. Os acusados já estariam reclusos no Batalhão Especial Prisional (BEP), em Benfica. Outros detalhes do fato no boletim interno número 110.

Nenhum comentário:

Postar um comentário