terça-feira, 5 de maio de 2009

Juíza sai no tapa com velhinha em São Gonçalo

Por Marcelo Bastos

Na última sexta-feira, feriado de 1º de maio, uma juíza muito conhecida e rigorosa foi até um torneio (ou feira) de pássaros, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, e acabou se envolvendo numa confusão. Durante uma discussão com uma senhora de 78 anos, as duas acabaram saindo no tapa, com direito a arranhões e puxões de cabelo, o que rendeu à magistrada a perda de um tufo de suas madeixas, que ficou entrelaçado nos dedos da idosa.

A briga foi tão feia que pelo menos quatro viaturas do 7º BPM (Alcântara) estiveram no local, mas um coronel PM também marcou presença para tentar abafar o caso e evitar que o mesmo chegasse até a imprensa. E não é que chegou. Uma nota sobre o caso foi publicada sábado no Informe do Dia, coluna de Fernando Molica no jornal O Dia.

Há informações de que a notícia chegou até um desembargador, que, por sua vez, fez contato direto com o comandante do batalhão da área e exigiu que o fato fosse registrado na delegacia. A juíza, que estava com o marido (que é PM), negou a briga e disse que não tinha um arranhão sequer em seu corpo. O tal coronel que esteve no local também negou o fato, mas sabe-se também que o caso chegou até o conhecimento do presidente do Tribunal de Justiça do Rio, Luiz Zveiter, que deve ter dado ao menos uma bronca na colega, conhecida pelo rigor de suas 'canetadas' na área criminal. Pegou mal, doutora...

Nenhum comentário:

Postar um comentário