quarta-feira, 1 de abril de 2009

Serial Killer em Goiás

A frieza de alguns seres humanos impressiona. Há pessoas que parecem estar acima de qualquer suspeita mas, podem ser criminosos terríveis. É o caso de um vendedor de carros em uma cidade do interior de Goiás. Pai de três filhos e descrito como uma pessoa honesta e dócil, o cara, inspirado em séries policiais, matou três pessoas por simples prazer, inclusive a namorada, de forma cruel.

Suas vítimas eram estranguladas e, depois de mortas, tinham o corpo queimado. Como um assassino profissional, o vendedor ainda alterava os locais dos crimes, limpando-os com produtos que tiram vestígios de sangue.

O cara arrumava situações para atrair as vítimas. No primeiro crime, ele simulou a venda de um automóvel. Assim que a vítima mostrou o dinheiro, foi dominada e levada por um cativeiro, onde foi morta com pauladas na cabeça e teve o corpo queimado. Os restos mortais foram atirados em um matagal.

No segundo caso, ele passou a seguir passos de um jovem de 21 anos, observando toda a sua rotina. Um dia, ele simulou uma colisão com o carro da vítima. Ao sair do veículo, ela foi algemada e colocada no banco de trás do carro do assassino. O cara chegou a ligar para a família, pedindo R$ 5 mil de resgate. Apesar de recebido a grana, ele estrangulou o jovem e atirou o cadáver num Rio.

Com a namorada, o vendedor foi ainda mais cruel. Deu-lhe uma pancada na cabeça com uma pedra de mármore, estrangulou-a e terminou de matá-la com um vaso de barro. Limpou o corpo com água sanitária, em seguida, e ateou fogo.

Ao ser preso, teria agradecido à polícia e falou que não pararia de cometer crimes se não fosse pego. A história completa está na matéria do Jornal Correio Braziliense, inclusive com uma entrevista em vídeo do acusado: http://www.correiobraziliense.com.br/html/sessao_13/2009/03/31/noticia_interna,id_sessao=13&id_noticia=94407/noticia_interna.shtml

Um comentário: