domingo, 5 de abril de 2009

Freixo visita obras da CSA onde acusado de ser miliciano era chefe da segurança

Amanhã, às 13h, o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) visita as obras da Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA), em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio. A empresa, criada por meio do consórcio Vale/ThyssenKrupp, é acusada por pescadores de ter contratado milicianos para trabalhar na segurança do canteiro de obras.

Um pescador que denunciou o supervisor de segurança da CSA, Roberto Barroso, por ameaças de morte, se mudou para outro estado, por medo. A empresa reconheceu Barroso como seu funcionário em audiência pública na Alerj e o afastou do serviço por 30 dias, prazo em que deverá estar concluída investigação interna da CSA. Segundo o deputado, coordenador geral do Programa de Proteção aos Defensores dos Direitos Humanos, da Presidência da República, Fernando Matos, participará da visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário