quarta-feira, 29 de abril de 2009

Além do Império Serrano, outras escolas de samba foram vítimas de bandidos

Na semana passada, bandidos roubaram um cofre da quadra da escola de Samba Império Serrano, em Madureira, e teriam conseguido levar aproximadamente R$ 60 mil. O objeto, sem o dinheiro, foi encontrado dois dias depois, numa rua de Fazenda Botafogo. Diante do fato, uma fonte revelou que o Império não foi a única escola de samba a sofrer com roubo nos últimos meses. Imperatriz Leopoldinense, Mangueira e Unidos da Tijuca também teriam perdido alguns milhares de reais para um grupo de criminosos.

Os roubos teriam ocorrido entre outubro e novembro do ano passado. Funcionários, possíveis tesoureiros das agremiações, teriam sido atacados no entorno da Cidade do Samba (foto), quando chegavam com dinheiro do pagamento de centenas de pessoas que trabalham nos barracões. A quantia estimada seria de aproximadamente R$ 50 mil de cada agremiação. Os bandidos certamente conheciam a rotina das escolas e tinham informações sobre dia e horário do pagamento dos funcionários. Dentro da Cidade do Samba, as escolas ficavam alocadas em barracões vizinhos, outra coincidência.

Não se sabe se os casos foram registrados em delegacia, mas a informação não chegou até a imprensa. O local é deserto, próximo a uma grande favela e há circulação de dinheiro vivo, já que todos os trabalhadores são informais. Se a moda pega...

Nenhum comentário:

Postar um comentário